domingo, 6 de abril de 2008

DIA DAS MAES



Mãe é tudo igual


Sugestão de uma divertida encenação em comemoração ao dia das Mães

Narrador: Era uma vez um lar maravilhoso, com uma mãe maravilhosa e seus filhos maravilhosos...

Mãe: (entra varrendo o chão ou espanando o pó) Deus do céu! Essa casa me mata! (Grita pros filhos) Será que dá pra abaixar essa televisão?

Filho mais velho: Fica sussa, mãe! Não estressa!

Mãe: Mais respeito! Abaixa esse negócio! (Os filhos continuam assistindo TV e jogando videogame). Vocês já fizeram a lição de casa?

Filho do meio: A gente tá fazendo, mãe!Mãe: (diz pro público) Fala sério! Dá pra acreditar que eles estão fazendo lição e assistindo TV ao mesmo tempo?

Filho mais novo: Traz um lanche pra mim, mãe!

Mãe: Ei! Não vê que eu tô ocupada. É um batalhão pra bagunçar a casa e eu sou só uma pra por tudo em ordem. Por que você não vai na cozinha e faz o lanche?

Filho mais novo: Ah, mãe! Faz, vai?! A senhora já tá aí mesmo

Narrador: É assim, nesse ambiente de sossego e carinho, que vivem a mãe e seus filhos. Nesta casa, parece que todo dia é um lindo dia de sol...

Mãe: Vocês já se aprontaram para ir para a escola?

Filhos: Calma! A gente tá quase prontoMãe: Pegaram o guarda-chuva?Filho do meio: Que é isso? Levar aquele trambolho pra escola? Deus me livre!

Mãe: Vocês vão ficar resfriados desse jeito. Aí sobra pra mim: levar no médico, dar remédio...

Filhos: Tchau, mãe!

Mãe: Vão com Deus, meus filhos.

Narrador: Mas os filhos não são sempre esses anjinhos. Eles também fazem arte...

Filho mais novo: Que é que a gente vai fazer pro dia das mães, hein?

Filho mais velho: Não sei. A gente não tem dinheiro pra comprar nenhuma lembrancinha.

Filho do meio: A gente podia fazer um cartaz cheio de fotos da mãe...

Filho mais velho: A gente podia também dar um descanso pra ela. Acho que ela ia gostar se a gente desse um trato na casa.

Filho mais novo: Ah se ia gostar...

Narrador: E assim, no dia seguinte, as crianças aprontaram feio...

Mãe: (entra e começa a olhar em volta) Cadê a roupa que ficava espalhada pelos cantos? Não acredito! As camas estão arrumadas! O quê? O chão tá limpo? (olha mais de perto) Quer dizer: tá mais ou menos limpo!

Filhos: Surpresa!

Mãe: Deixe-me ver (encosta a mão na testa dos filhos). Não estão com febre. (Belisca o próprio braço) Devo estar sonhando.Narrador: Como diz o ditado popular: “Mãe é tudo igual. Só muda de endereço”


Dramatização: FLOR DO AMORFLOR DO AMOR

(Osmary Cardoso Pereira – Igreja Central de Volta Redonda/RJ)


É colocado à frente um flanelógrafo de cor escura (azul ou preto);Enquanto falam e cantam, as crianças formam a “flor”, pregando suas partes;O miolo dourado é o AMOR;As pétalas vermelhas são OBEDIÊNCIA, RESPEITO, AJUDA e CARINHO;Preparar: miolo com papel laminado dourado com letras coladas formando a palavra AMOR; e as pétalas em cartolina, ou papel-cartão, as letras podem ser escritas.O DESENVOLVIMENTODiálogo de duas crianças.1ª Criança: Um presente de gratidãoDesejo à mamãe ofertar.Dinheiro não tenho, não.Não sei o que posso dar.. 2 ª Criança: Existe uma flor diferenteQue toda mãe quer ganhar.Não se compra, nem se vende;É preciso cultivar 1ª Criança: Lírio...cravo...rosa...qual?Qual é o nome desta flor? 2 ª Criança: É uma flor especial...Ela se chama FLOR DO AMOR! (Crianças vêm uma a uma, trazendo o miolo e as pétalas e formando a flor no flanelógrafo).MIOLOO miolo douradoQue enfeita a flor,Tem o seu nomeSe chama AMOR.Grupo de crianças cantam“O amor é o começo, o amor é o fim;Com amor pode haver,Esta flor no seu jardim!”(Cantar duas vezes com a música de estrofe e coro da canção de Natal“Muitos anos atrás, numa noite de paz.”)FLOR DO AMOR1ª Pétala: Obediência Para a “Flor do Amor” formarÉ preciso conhecerA lei de Deus e praticar:E aos pais obedecer 2ª Pétala: Respeito Para a “Flor do Amor” formarÉ preciso haver respeitoEntre as pessoas do larEste é o melhor jeito! 3ª Pétala: Ajuda Para a “Flor do Amor” formarÉ preciso não esquecer:Um ao outro ajudar.É este o nosso dever! 4ª Pétala: Carinho Para a “Flor do Amor” formarÉ preciso ter carinhoTodo mundo alegrandoE os corações animando! Voltam as duas...crianças que iniciaram:2ª Criança: Viu? É fácil de aprender!Para a “Flor do Amor” formarÉ preciso Ajudar e Obedecer;Dar carinho e respeitar! 1ª Criança: Enfim encontrei um bom presentePara mamãe ofertar:Esta flor tão diferenteQue dá alegria ao lar!
FamíliaLílian Pimenta – Igreja Metodista de Vila Isabel/RJTem família em que a mamãe Toma conta de tudo:- Está na mesa, vem comer!- Hora de escovar os dentes!- Vai fazer o dever!- Não esquece o guarda-chuva, que vai chover!Prá mamãe não se estressar, é preciso obedecer.Ela está com a razãoE só quer o nosso bem Do fundo do seu coração.Tem família em que a mamãe é light.Está aquela confusão, mas ela não briga, nãoMantém a calma e pede com jeitinho:- Que tal cada um arrumar o seu cantinho?- Vai ficar tudo tão lindinho...Com uma mamãe assim, “zen”A família só pode ficar “zen”, também Tem família em que o papai é “pãe”:Pai e mãe.Acorda de madrugadaTroca a fralda da criançadaLeva e busca na escola,Brinca de casinha, pula amarelinhaÉ fera no play station e ainda joga bola.Haja saúde, prá esse papai cheio de atitude.Tem família em que a mamãe e o papaiTrabalham fora o dia inteiro,Mas monitoram, por telefone, O que acontece com os pimpolhos.Os filhos têm muitas atividades.Durante o dia, bate aquela saudade,E vontade de ficar juntinho...Então, à noite, com a família reunida,Rola muito chamego e carinhoE conversa que não acaba maisTodos têm novidades pra contar daquele dia.Esses momentos vividos juntos são de verdadeira alegria!Tem família em que a mamãe E o papai são separados.O casamento não deu certoE cada um foi pro seu lado.Os filhos têm que se adaptar A essa nova realidade.Muitas vezes é difícil E eles sofrem de verdade,Pois tudo ficou diferente.Têm até duas casas pra morar!Mas o importante é o sentimentoDe que os pais continuam a lhes amar.Tem família de todo jeitoAfinal, ninguém é igual.Cada um tem suas qualidadesE também os seus defeitos.Mas quando todo mundo se entendeA família se completa.É preciso compreenderQue nem tudo é só curtiçãoCada um tem seu lugar e a sua obrigação:De amar, de colaborar,De sorrir, de não fazer ninguém chorar,De dar e receber carinho,De tratar o outro com jeitinho,Com respeito e educação.E agora, pra vocês, eu vou contar um segredo:A família é mais feliz com Jesus no coração


Profissão: Mãe(autor desconhecido)
Uma mulher foi renovar a sua carteira de motorista. Pediram-lhe para informar qual era a sua profissão. Ela hesitou, sem saber bem como se classificar. "O que eu pergunto é se tem um trabalho", insistiu o funcionário. "Claro que tenho um trabalho", exclamou . "Sou mãe". "Nós não consideramos 'mãe' um trabalho. Vou colocar Dona de casa", disse o funcionário friamente. Não voltei a lembrar-me desta história até o dia em que me encontrei em situação idêntica. A pessoa que me atendeu era obviamente uma funcionária de carreira, segura, eficiente, dona da situação. "Qual é a sua ocupação?" perguntou. Não sei o que me fez dizer isto; as palavras simplesmente saltaram-me da boca para fora: "Sou Doutora em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas." A funcionária fez uma pausa, a caneta de tinta permanente a apontar para o ar, e olhou-me como quem diz que não ouviu bem. Eu repeti pausadamente, enfatizando as palavras mais significativas. Então reparei, maravilhada, como ela ia escrevendo, com tinta preta, no questionário oficial. "Posso perguntar", disse-me ela com novo interesse, "o que faz exatamente?" Calmamente, sem qualquer traço de agitação na voz, ouvi-me responder: "Desenvolvo um programa a longo prazo (qualquer mãe faz isso), em laboratório e no campo experimental (normalmente eu teria dito dentro e fora de casa). Sou responsável por uma equipe (minha família), e já recebi quatro projetos (todas meninas). Trabalho em regime de dedicação exclusiva (alguma mulher discorda???), o grau de exigência é em nível de 14 horas por dia (para não dizer 24 horas). Houve um crescente tom de respeito na voz da funcionária que acabou de preencher o formulário, se levantou, e pessoalmente me abriu a porta. Quando cheguei em casa, com o título da minha carteira erguido, fui recebida pela minha equipe: uma com 13 anos, outra com 7 e outra com 3 anos. Do andar de cima, pude ouvir o meu novo experimento (um bebê de seis meses), testando uma nova tonalidade de voz. Senti-me triunfante! Maternidade... que carreira gloriosa! Assim, as avós deviam ser chamadas "Doutora-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas". As bisavós: "Doutora- Executiva- Sênior". E por fim, as tias: "Doutora - Assistente". Uma homenagem carinhosa a todas as mulheres, mães, esposas, amigas, companheiras. Doutoras na Arte de fazer a vida possível e melhor!!
LEITURA DA MUSICA

O que eu sou sem você
Avião sem asa, fogueira sem brasa, sou eu assim sem você
Futebol sem bola, Piu-piu sem o Frajola sou eu assim sem você
Porque que tem que ser assim, se o meu desejo é sem fim
Eu te quero a todo instante e nem mil alto falantes vão poder falar por mim
Eu não existo longe de você e a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as horas pra poder te ver, mas o relógio tá de mal comigo.
Circo sem palhaço, namoro sem um amasso sou eu assim sem você
Neném sem chupeta, Romeu sem Julieta sou eu assim sem você
Carro sem estrada, queijo sem goiabada sou eu assim sem você
Eu ter quero a todo instante e nem mil alto falantes vão poder falar por mim
Fico louco pra te ver chegar, louco pra te ter nas mãos, deitar no teu abraço Retomar o pedaço que falta no meu coração
Eu não existo longe de você e a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as horas pra poder te ver, mas o relógio tá de mal comigo.

Filtro Solar - Fernanda Montenegro - Mães

Pode colocar umas imagens do site http://www.fotosearch.com.br/ de acordo com a leitura..Se vc tiver um data show fica muito legal.Eu tenho o áudio dessa leitura.Mas tem que saber juntar com as figuras.
Mães, geralmente é a vocês que cabe a educação dosfilhos, sobretudo no capítulo modos à mesa, arrumaçãodo quarto etc.Não sejam preguiçosas! É mais fácil fazer que ensinar.Mas tenham coragem, ensinem. E comecem cedo para que os bons hábitos se tornem uma segunda natureza e não um procedimento para se ter só na frente das visitas. Seja rigorosa! Eles vão te odiar às vezes. Você vai querer esganá-los freqüentemente. Faz parte entre as pessoas que se amam. Mas um belo dia alguém vai dizer o quanto seu filho éeducado, prestativo, gentil, querido. Você vaidesmaiar de surpresa e felicidade. Eu nunca me esqueço daquela história da mãe que se dirigiu a uma especialista em boas maneiras parasaber com que idade ela deveria colocar seu filho nocurso. Ao saber que o filho estava com três meses deidade ela respondeu: "Mas talvez já seja muitotarde!". Não morra de vergonha se seu filho der um vexame na frente dos seus amigos. Não valorize os erros nem dê bronca em público. Nunca trate a criança com se ela fosse uma débil mental, elas entendem tudo! Use sempre um bom vocabulário. Isso aumenta a capacidade lingüística das crianças e não fique para morrer de culpa se algum dia precisarfrustrar seu filho, tipo promessa que não pode ser cumprida, etc.Apesar do que dizem os especialistas, uma frustraçãozinha de vez em quando prepara a criança para aprender a suportá-las quando no decorrer da vidaelas infelizmente acontecerem. Ensinem, obriguem seus filhos a cuidarem da bagunça que fazem. O copo de Coca-Cola? De volta pra cozinha. A revistinha que acabou de ler? Para o quarto. Os milhares de papeizinhos de Bis? Amassar e jogar na lixeira. A lista não tem fim porque a imaginação de uma criançapara instalar o caos onde quer que esteja é também infinita. Alguns mandamentos: Não sair pra se servir correndo na frente dos outros. O ideal, aliás, seria que as crianças até certa idade fizessem as refeições antes dos adultos, com as mães ali ao lado, patrulhando as boas maneiras.Não deixar cair um grão sequer na mesa. Não encher demais o prato. Há fome no mundo, etc, etc... Se encher que coma tudo. A partir dos cinco anos, não cortar a carne toda deuma vez. Cinco? Talvez eu tenho exagerado. Sete.Não misturar carne com peixe. Macarrão com farofa, etc. isso é cultura. Pedir licença pra se levantar quando a refeição terminar, pode alegar que precisa estudar, para evitar aquela tortura de ficar na mesa até a hora do café. Um suplício.Não bater a porta do quarto com estrondo nem quando brigar com o irmão. Só gritar se for por mordida de cobra. Ou ficar mudo ou estático dentro do elevador.Não chamar a amiga da mãe de tia. Alias não chamar ninguém de tia a não ser as tias de verdade. E só pra deixar bem claro: tia Rosina, tia Helena, nunca tia só. Eu adoro bebes! Quando começa a idade da correria, eu confesso que já adoro um pouco menos. Eu tenho que dizer isso bem baixinho pra não ofender as mães.Vamos então falar dessa fase sublime: Elas gostam de passar no espaço de quinze centímetrosque existe entre o sofá e a mesa, brincam de pique numa sala de dois por três. Colocam a cadeira na frente da televisão, se penduram nos lustres, pintam as paredes da sala, o teto e etc, etc e tudo aos gritos. Eu penso que esta talvez seja a fase de maior energia do ser humano.Ah, é a idade das guerras de travesseiros, das almofadas que voam pela janela. Jovens pais adoram essas traquinagens. Tudo bem. Mas não ache tão estranho se alguns de seus amigos não curtirem tanto quanto você essa fase tão adorável dos seus filhotes. Crianças são difíceis mesmo, é preciso muita paciênciapra agüentar o que elas freqüentemente aprontam. Mas as crianças crescem, e um dia querem trazer a namorada pra dormir em casa. Então o que fazer? Claro, a gente compreende a situação mas francamente,ter que cruzar no corredor com a gatona despenteada de camiseta e escova de dente na mão talvezperguntando:"Tia, dá pra me emprestar uma escova de cabelo?" OK, dá. Mesmo os filhos mais modernos costumam ser caretésemosem relação as suas próprias mães. Portanto, vá anotando, na frente dos filhos: Mãe não namora, não fala que acha o Brad Pitt um gatão!Perdão! Mãe não pronuncia essa palavra. Nem sabe o que quer dizer. Não usa mini-saia, não pode adorar Madona, só pode gostar de Roberto Carlos, Julio Iglesias. Eles te amam, mas essas preferências sempre incomodam. Nem amigos comuns se deve ter por precaução. Portanto quando o destino colocar vocês na mesma festa, pareça o que eles querem que você seja, anule-se. Tenha pouca, pouquíssima personalidade. Faça o tipo distinto e alegre, se possível, use umaperuca grisalha. Seja discreta , tenha poucas opiniões, se enturme com os mais velhos e trate os mais jovens como se fosse assim uma tia simpaticona,nada mais. Ria das historias deles e não conte nenhuma sua. Mãe não tem passado. Só fale de receitas, crianças, se ofereça pra levar umvestido na costureira pra consertar, tenha bons endereços pra fornecer. Dicas de cozinha, conte como era o mundo do seu tempo,seus filhos vão adorar. Em compensação, na frente dos netos, faça tudo que não deve e muito mais! Netos costumam adorar avós, digamos, fora dos padrões. É que eles sabem que vão poder contar com elas como fortes aliadas nas crises de caretice dos pais. Cruel? Não... apenas verdade. E mais: Isso é que faz o Equilíbrio da Vida.



MÃE EU TE AMO
De: Gilmar Branco

(PASSA UMA JOVEM SENHORA DE VASSOURA, AVENTAL E LENÇO NA CABEÇA - CANTAROLANDO E VARRENDO - SENTE DORES NAS COSTAS).

DONANA -. Quanto mais a gente limpa mais sujeira aparece! Quem é dona de casa entende perfeitamente o que eu digo. Bem, se for uma dona de casa prendada como eu! E olha que eu deixo essa casa brilhando, sem precisar jogar sujeira pra debaixo do tapete. (olha tímida a igreja, como se estivesse sendo filmada) É que sou limpinha! Me chamo Ana, mas pra todo mundo da redondeza é Donana. (mexendo nas unhas) Espia só! Se tiver precisando assim... de uma faxina, uma limpezinha na sua casa não se acanhe não ta. Pode falar comigo que eu ensino direitinho o caminho pra comprar uma boa vassoura, uma escova de roupa e bastante material de limpeza pra a senhora deixar sua casa limpinha igualzinha a minha. Olha só... Não vai nem precisar nem de academia mais. Vai queimar toda a gordura nos afazeres domésticos. (T) A minha ginástica é no tanque, na vassoura. Ah! E tem o sobe e desce da ladeira pra comprar mantimento fiado na mercearia do seu Joaquim. Compro na caderneta e pago certinho todo dia cinco. (T) Não posso esquecer de falar dos meus filhos. São tão dedicados! Eles me ajudam arrumar a casa no dia das mães. (chateada) Uma vez no ano, mas ajudam ta! (crítica)Tem filho que nem isso faz! (continua limpando e cantando).
MARQUINHO - Mãe cadê a minha meia branca?
DONANA - (contando a igreja) É o Marquinho, meu menino! (T) Ta na corda acabando de secar.
MARQUINHO - Vou sair com ela mãe!
DONANA - Mamãe vai secar no ferro já já filho.
MARQUINHO - Ela tava limpa mãe!
DONANA - Duas semanas com a mesma meia e ainda diz que estava limpa! Saiu tanta água preta, que parecia que eu tava lavando o coador de café! Esse menino tem cada uma!
MARQUINHO - Atchim! Ô mãe!
DONANA - Fala coisa rica da mãe. O que foi dessa vez?
MARQUINHO - Eu to espirrando!
DONANA - (igreja) Isso todos nós ouvimos!
MARQUINHO - Deve ser esse quarto empoeirado.
DONANA - Ah não filho! Mas não é mesmo! A mamãe tirou todo o pó ontem a noite desse quarto. (mãos nas costas - igreja) To quebrada! (alto) Deve ser perfume demais não?
MARQUINHO - (entrando) Peguei no quarto da senhora.
DONANA - Meu perfume da Avon! (ele fica sem graça) Você pegou o toque de amor ou charisma, filho?
MARQUINHO - Na dúvida em saber qual era o melhor coloquei os dois. To indo nessa!
DONANA - Vai sair sem meia?
MARQUINHO - Esquenta não!
DONANA - Pode se resfriar filho.
MARQUINHO - Mãezinha do coração!
DONANA - (igreja) Pronto! Ele disse mãezinha do coração!
MARQUINHO - (coçando a cabeça) Tem dinheiro aí mãezinha?!
DONANA - (varrendo) Tava demorando. (T) Ta em cima da geladeira, debaixo do pingüim. Cuidado pra não quebrar meu pingüim... É relíquia filho! Pega cinco reais e não esquece do troco.
MARQUINHO - Mãe... (ela não responde) ô mãe, responde.
DONANA - (irritada) Fala filhinho da mamãe!
MARQUINHO - Alguém me ligou?
DONANA - (pausadamente) Alice, Beatriz, o Marcelo e... Esqueci.
MARQUINHO - Existe papel e caneta pra que mãe?!
DONANA - Pra escrever né filho! (resmungando) Pra que eu ia querer....
MARQUINHO - Falando sozinha mãe?
DONANA - É da idade filho! (cantarolando)

(ENTRA MONIQUE)
MONIQUE - Parabéns minha mãe!
DONANA - Obrigada filha! (olhando em volta) Ta ficando limpinho né filha!
MONIQUE - Não é pela limpeza mãe!
DONANA - Ah filha obrigada! (beija a filha). Obrigada mesmo, mas o meu aniversário foi mês passado!
(ENTRA MARQUINHO)
MARQUINHO - Fala maninha!
MONIQUE - Marquinho a mamãe ta limpando a casa hoje?
DONANA - Pelo cheirinho o frango já está assado. Marquinho você não vai sair agora. Espera o almoço. Depois a gente saí junto pro ensaio na igreja. (e sai)
MARQUINHO - Não entendi Monique fala!
MONIQUE - (bem didática) Hoje é o dia das mães, logo, a mamãe não faz nada, não trabalha. A gente devia ter ido almoçar fora. (nervosa) Eu vi a mamãe limpando casa no dia das mães!
MARQUINHO - Lembrei cedo, mas a mamãe tava tão feliz na limpeza que eu não quis contrariar.
MONIQUE - Pensa cabecinha!
MARQUINHO - Não to a fim de pensar não!
MONIQUE- Não! A minha cabecinha. Pensa rápido... Legal! Vamos cantar uma música pra mamãe.
MARQUINHO - Cantar eu gosto maninha!
MONIQUE - Fica quieto pra não estragar a surpresa. (ele sinaliza que sim, sacode os dedos empolgado) Mãe!
DONANA - Fala minha lindinha!
MARQUINHO - (nervoso) Não mãe! A senhora precisa vir até a sala, se não a surpresa não tem graça.
DONANA - O quê? Já to indo bebezinho da mamãe!
MONIQUE - Fica quieto. Eu sabia!!

DONANA - Ta brigando com o Marquinho! O que acontece? (coloca um de frente para o outro) Menina peça desculpa já! (Tirando a sandália do pé) Monique peça desculpa pro Marquinho.
MONIQUE - Desculpa.
DONANA - Desculpa Marquinho, assim.
MONIQUE - Desculpa Marquinho.
DONANA - (autoritária) Sua vez Marquinho.
MARQUINHO - (pausadamente) Desculpa Monique. Assim mãe?
DONANA - Foi rápido o meu menino! Eita menino inteligente da mamãe.
MONIQUE e MARQUINHO - (sorrindo) Mãe!
DONANA - (chateada pega a sandália) Ta rindo da mãe. (olhando os dois) O que eu fiz de engraçado?
MONIQUE - A gente te ama.

MARQUINHO - Ela ta falando a verdade mãe. A gente te ama.
MARQUINHO e MONIQUE - Feliz dia das mães!
DONANA - Dia das mães! (T) Pensei que tivessem esquecido! Obrigada meus amores... Eu amo muito vocês... Eu aqui triste por dentro pensando...
MONIQUE - Senta aqui mãezinha! (a colocam no centro)
DONANA - Sento!

(OS FILHOS CANTAM A MÚSICA: MÃE EU TE AMO DE MARCELO NASCIMENTO - PODE SER UMA OUTRA MÚSICA

TIPOS DE MÃE( cada criança pode representar as frases)
Sep 16, '05 3:05 PMfor everyone
MÃE MORRO DA MANGUEIRA: é aquela que é pobre, mas tem filhos ilustres.
* MÃE FUSQUINHA: é aquela que está velhinha, acabadinha, mas é útil para a família inteira.* MÃE SUÍÇA: é aquela que ninguém sabe onde ela esconde o dinheiro.* MÃE GELADEIRA VELHA: é aquela que é ruim, mas é a única que a gente tem.* MÃE D'ÁGUA: é aquela que chora à toa.* MÃE SIRENE DE AMBULÂNCIA: é aquela que assusta todo mundo.* MÃE IMPOSTO DE RENDA: é aquela que antes de chegar todo mundo está falando mal dela.* MÃE PARALAMAS DO SUCESSO: é aquela que usa óculos.
* MÃE CHATA: é a mãe dos outros !!!* MÃE MIKE TYSON: é aquela que briga com toda família e depois vai a missa rezar.* MÃE CHEQUE ESPECIAL: é aquela que socorre todo mundo no fim do mês.* MÃE ASSALTO A MÃO ARMADA: é aquela que só gosta de presentes caros.* MÃE IOGURTE DE MORANGO: é aquela que a vida para ela sempre foi cor-de-rosa.* MÃE BANHEIRO DE AVIÃO: é aquela que esta sempre apertada, mas é na casa dela que a gente vai em caso de necessidade.* MÃE BICICLETA: se você tem uma muito boa em casa, agradeça a seu pai
* MÃE CESTA DE CAFÉ DA MANHÃ: é aquela que só chega na nossa casa de surpresa.* MÃE RAÇÃO ANIMAL: é aquela dura de engolir, mas muito elogiada.* MÃE MATEMÁTICA: é aquela que soluciona todos os problemas.* MÃE BACALHAU: é aquela que a gente só vê na semana santa.* MÃE CELULAR: é aquela que quando a gente precisa dela, não consegue falar.* MÃE CHINELO DE DEDO: é aquela que nunca vai em festas* MÃE CARNAVAL PAULISTA: é aquela que a cada ano vai melhorando um pouco.* MÃE RODOVIA: é aquela cheia de defeitos mas a gente acredita que um dia vai melhorar* MÃE POLICIA FEDERAL: é aquela que não gosta de ser enganada
* MÃE PRESÍDIO: morar perto dela é o maior sofrimento

* MÃE PLAYCENTER: é aquela que a garotada adora a casa dela para brincar* MÃE SHAMPOO: é aquela que quando está errada, deixa a gente de cabelo em pé* MÃE TIARA: é aquela que a gente está sempre com ela na cabeça* MÃE DOLLY: é aquela que nunca precisou de seu pai pra nada* MÃE MOCHILA: é aquela que você carrega porque não tem outro jeito* MÃE CARTÃO DE CRÉDITO: é aquela que ajuda muito, mas era melhor se ficasse em casa* MÃE PAPAI NOEL: é aquela que enche o saco* MÃE CEBOLA: é aquela que faz a gente chorar sem necessidade* MÃE LANTERNA: é aquela que quando a gente menos espera, está precisando dela* MÃE SECADOR DE CABELO: é a única que não fala mal de ninguém no cabeleireiro* MÃE ALARME: é aquela que cuida da nossa casa quando a gente vai viajar* MÃE VESTIBULAR: é aquela que deixa todo mundo nervoso
* MÃE PANELA DE PRESSÃO: é aquela que quando explode todo mundo sai de perto dela* MÃE BANDEIRA NACIONAL: é aquela que ninguém consegue dobrá-la direito
* MÃE ENCICLOPÉDIA: é aquela que sabe tudo
* MÃE COTONETE: é aquela que quando a gente não tem, faz muita falta* MÃE DETETIVE: é aquela que descobre sempre onde o filho está
* MÃE SUPERMERCADO: é aquela que está sempre economizando* MÃE ALMOFADA: é aquela que a gente encosta nela e não ouve nenhuma reclamação* MÃE GUARDA-SOL: é aquela que a gente só leva para a praia por necessidade* MÃE BI CAMA: é aquela que em caso de necessidade se desdobra em duas
MÃE
SEI QUE HÁ TANTO AMORDENTRO DO TEU CORAÇÃOE POR MIM SE DEDICOUNADA FOI MOTIVOPRÁ DEIXAR DE ME AMARCOM CARINHO ME GUIOUMEU CAMINHO, MEU TRILHAR COM FIRMEZA ME EDUCOUCOM AMOR CUIDOU, GUARDOUE AGORA PRÁ VOCÊ O MEU CANTARA MAIS LINDA FLOR DO MUNDO QUERO TE DAR O MAIS LINDO OLHAR DO MUNDO É O TEU OLHAR O MAIS LINDO AMOR DO MUNDO ESTÁ EM TEU CORAÇÃOAMOR DE MÃE A MAIS LINDA FLOR DO MUNDO QUERO TE DAR E DIZER QUE TE AMO TANTO ME PERDOE CADA VEZ QUE TE FIZ CHORAR E CHOROU COM CERTEZA POR TANTO AMAR NESTE DIA E SEMPRE QUERO TE DIZERAMO VOCÊ




Por que você está chorando? -ele perguntou à sua mãe.Porque eu sou mãe, ela respondeu. Eu não entendi, ele disse. Ela apenas o abraçou e sussurrou: Você nunca entenderá. Mais tarde o menino perguntou ao pai porque as mães parecem chorar sem nenhuma aparente razão.Todas as mães choram sem motivo, foi o que o pai conseguiu responder. O menino cresceu, tornou-se um homem e ainda tentava entender porque mãesvolta e meia estão chorando. Após muitos anos, já em avançada idade,ele deixou o mundo.Quando sua alma viu-se frente a frente com Deus, logo disse:Senhor, nunca entendi porque mães choram tão facilmenteDisse Deus:Quando eu criei as mães tinha que ser algo especial.Eu fiz seus ombros fortes o suficiente para carregar o peso do mundoe, ainda, suficientemente confortáveis para dar apoio. Eu dei a elas a força para a hora do nascimento dos filhose para suportar a rejeição que tantas vezes vem deles.Eu dei a elas a fibra que permite a continuação da lutaquando todos à sua volta já desistiram.Dei-lhes a perseverança em proteger a família por entre doenças e tristezas
sem jamais desistir de amar. Dei-lhes a sensibilidade para amar seus filhos diante de quaisquer circunstâncias, mesmo que eles a tenham magoado profundamente. Essa mesma sensibilidade as ajuda a silenciaro chorinho dos seus bebês, fazendo com que se acalmem e,quando adolescentes, que compartilhem com ela suas ansiedades e medos. ... E, finalmente, dei-lhes a lágrima para derramarem sem nenhuma razão aparente.Á sua única fraqueza. Por que fiz isso ?Para não diferenciá-las por completodo restante da espécie humana.

Gustavo - Quem será?

Juliana- Nela a bondade se aninha
Como eu é bonitinha!

Vitória- É ágil qual andorinha
No trabalho é uma abelhinha!

João Gabriel- Tem a graça da rolinha
Do nosso lar é a rainha!

João Pedro- É a filha da vovozinha
Então , alguém adivinha?

Todos: Quem será? ...É a mamãezinha!

Bruna: Agora mamãe querida
Com alegria vamos cantar
Com a grandeza do seu coração
E de seu jeito de amar...

Ser mãe

É sempre estar cansada
De nunca ficar parada
De ter sempre o que fazer

Yuri- É engolir quase inteiro
Não demorar no banheiro
E se aprontar sem se ver...

É acordar de madrugada
É não dormir nada
e um filho adoecer

João Luis- De novo ler historinhas
Os contos da carochinha
Para o filho adormecer

Anna- É interromper a novela
Quando está no melhor dela
Para o filho atender

Paulinho- É inventar coisas mil
Se o filho com fastio
Inventar de não comer



Loise- Outra vez brincar de roda
E estar dentro da moda
Quando a filhinha crescer

João Vitor- É estudar outra vez
Todo o curso que já fez
Para o filho aprender

É ouvir músicas chatas
E esquecer as serenatas
Que só lhe davam prazer




A MÃE NOSSA DE CADA DIA”.

Todos os dias, ao acordarA mãe começa a trabalhar. Mamãe pra lá, mamãe pra cá...E ela a todos atenção dá.
É a mãe que tudo vêE responde sempre aos “porquê”.Atende logo os pedidosDe achar objetos perdidos:
Onde está o tênis...da minha meia o par? A mãe descobre o lugar. Cabeças ou costas doloridas? A mãe trata das feridas.
E a toda hora uma queixa: Quero brincar, o mano não deixa! Quem quebrou minha boneca?Quem sumiu com a peteca?
E os pedidos sem fimAos quais tem que responder “sim”: Está pronta a merenda?Lavou a blusa de renda?
Não sei fazer a lição:Quem foi Napoleão?... Posso ir brincar lá fora? Tenho que tomar banho agora?
A mãe precisa ser lavadeira, enfermeira, Babá, costureira, professora, cozinheira.A mãe precisa ser companheira...
E ainda precisa ser pacienteE estar sempre sorridente. E como consegue isto,Dando conta do serviço??? Respondemos nós nesta rima:SÓ PELA GRAÇA DIVINA!

Profissão: Mãe(autor desconhecido)
Uma mulher foi renovar a sua carteira de motorista. Pediram-lhe para informar qual era a sua profissão. Ela hesitou, sem saber bem como se classificar. "O que eu pergunto é se tem um trabalho", insistiu o funcionário. "Claro que tenho um trabalho", exclamou . "Sou mãe". "Nós não consideramos 'mãe' um trabalho. Vou colocar Dona de casa", disse o funcionário friamente. Não voltei a lembrar-me desta história até o dia em que me encontrei em situação idêntica. A pessoa que me atendeu era obviamente uma funcionária de carreira, segura, eficiente, dona da situação. "Qual é a sua ocupação?" perguntou. Não sei o que me fez dizer isto; as palavras simplesmente saltaram-me da boca para fora: "Sou Doutora em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas." A funcionária fez uma pausa, a caneta de tinta permanente a apontar para o ar, e olhou-me como quem diz que não ouviu bem. Eu repeti pausadamente, enfatizando as palavras mais significativas. Então reparei, maravilhada, como ela ia escrevendo, com tinta preta, no questionário oficial. "Posso perguntar", disse-me ela com novo interesse, "o que faz exatamente?" Calmamente, sem qualquer traço de agitação na voz, ouvi-me responder: "Desenvolvo um programa a longo prazo (qualquer mãe faz isso), em laboratório e no campo experimental (normalmente eu teria dito dentro e fora de casa). Sou responsável por uma equipe (minha família), e já recebi quatro projetos (todas meninas). Trabalho em regime de dedicação exclusiva (alguma mulher discorda???), o grau de exigência é em nível de 14 horas por dia (para não dizer 24 horas). Houve um crescente tom de respeito na voz da funcionária que acabou de preencher o formulário, se levantou, e pessoalmente me abriu a porta. Quando cheguei em casa, com o título da minha carteira erguido, fui recebida pela minha equipe: uma com 13 anos, outra com 7 e outra com 3 anos. Do andar de cima, pude ouvir o meu novo experimento (um bebê de seis meses), testando uma nova tonalidade de voz. Senti-me triunfante! Maternidade... que carreira gloriosa! Assim, as avós deviam ser chamadas "Doutora-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas". As bisavós: "Doutora- Executiva- Sênior". E por fim, as tias: "Doutora - Assistente". Uma homenagem carinhosa a todas as mulheres, mães, esposas, amigas, companheiras. Doutoras na Arte de fazer a vida possível e melhor!!


Mãe, O Dia das Mães é só uma vez por ano......mas eu amo você todos os dias.
Mãe: Palavra pequena, mas com um significado infinito, pois quer dizer amor, dedicação, renúncia a si própria, força e sabedoria. Ser mãe não é só dar a luz e sim, participar da vida dos seus frutos gerados ou criados. Obrigado por termos você.
Mãe...São três letras apenasAs desse nome bendito:Também o céu tem três letrasE nelas cabe o infinito
Para louvar a nossa mãe,Todo bem que se disserNunca há de ser tão grandeComo o bem que ela nos quer
Palavra tão pequenina,Bem sabem os lábios meusQue és do tamanho do CÉUE apenas menor que Deus!
Mário Quintana
Um lugar especial no coração da mamãe
Teatro Dia das mães:
Junior fala1 (fica sentado no palco com a almofada de coração, com roupa bem infantil...) – Sempre antes de entrar as crianças, repetir a fala:
Eu sei que tenho um lugar especial no coração da mamãe...
(Repete nove vezes, por isso é preciso dar uma expressão diferente, alívio, alegria, orgulho, consciência, meiguice...)

Crianças fala 2 (entram com frutas, saquinhos de super, avental, panela...) – Todas falam juntas:
...porque ela se preocupa com a minha alimentação!

Junior fala1 (fica sentado no palco com a almofada de coração, com roupa bem infantil...) – Sempre antes de entrar as crianças, repetir a fala:
Eu sei que tenho um lugar especial no coração da mamãe...

Crianças fala 3 (entram com roupas de dormir, caixa de remédios e primeiros socorros, termômetro, colher, travesseiro, bolsa de água quente...) - Todas falam juntas:
... porque ela fica muito preocupada e acordada a noite toda quando eu fico doente!
Junior fala1 (fica sentado no palco com a almofada de coração, com roupa bem infantil...) – Sempre antes de entrar as crianças, repetir a fala:
Eu sei que tenho um lugar especial no coração da mamãe...

Crianças fala 4 (crianças entram com marcas de beijos no rosto, roupa amassada...) – Todas falam juntas:
... porque muitas vezes ela mostra o seu carinho me abraçando e me beijando!

Junior fala1 (fica sentado no palco com a almofada de coração, com roupa bem infantil...) – Sempre antes de entrar as crianças, repetir a fala:
Eu sei que tenho um lugar especial no coração da mamãe...

Crianças fala 5 (entram vestidas de uniforme escolar e com cadernos, mochila, lancheira ...) – Todas as crianças falam juntas:
... porque ela está sempre acompanhando minhas atividades na escola!

Junior fala1 (fica sentado no palco com a almofada de coração, com roupa bem infantil...) – Sempre antes de entrar as crianças, repetir a fala:
Eu sei que tenho um lugar especial no coração da mamãe...

Crianças fala 6 (entram com a mão no bumbum, com cara de dor e sentam na cadeiras...) – Todas as crianças falam juntas:
... porque sempre que faço alguma coisa errada ela me corrige e, às vezes, fico até de castigo!

Junior fala1 (fica sentado no palco com a almofada de coração, com roupa bem infantil...) – Sempre antes de entrar as crianças, repetir a fala:
Eu sei que tenho um lugar especial no coração da mamãe...

Crianças fala 7 (entram com roupão, toalha, shampoo, sabonete, cotonete...) – Todas as crianças falam juntas:
... porque ela está sempre cuidando para que eu esteja sempre limpinho!

Junior fala1 (fica sentado no palco com a almofada de coração, com roupa bem infantil...) – Sempre antes de entrar as crianças, repetir a fala:
Eu sei que tenho um lugar especial no coração da mamãe...

Crianças fala 8 (entram com boneca, bola, outros brinquedos...) - Todas as crianças falam juntas:
...porque ela separa um tempo para brincarmos juntos!

Junior fala1 (fica sentado no palco com a almofada de coração, com roupa bem infantil...) – Sempre antes de entrar as crianças, repetir a fala:
Eu sei que tenho um lugar especial no coração da mamãe...

Crianças fala 9 (entram com as mãos juntas, em sentido de oração...) - Todas as crianças falam juntas:
... porque ela nunca se esquece de mim em suas orações!

Junior fala1 (fica sentado no palco com a almofada de coração, com roupa bem infantil...) – Sempre antes de entrar as crianças, repetir a fala:
Eu sei que tenho um lugar especial no coração da mamãe...

Crianças fala 10 (entram com Bíblias abertas nas mãos...) - Todas as crianças falam juntas:
...porque ela se preocupa em dar o melhor para o meu crescimento: os ensinos da Palavra de Deus!

Todas as crianças as crianças repetem juntas (bem forte):
Eu sei que tenho um lugar especial no coração da minha mamãe...

Esse foi um trabalhinho do Maternal é só carimbar as mãozinhas das crianças ao lado


DICAS DE TIA MELISSA BRAGA

m_sbraga@hotmail.com

2 comentários:

Marlene disse...

GOSTEI MUITO DAS SUGESTÕES P/ O DIA DAS MÃES.
PARABÉNS.
ME AJUDE C/ SUGE STÕES P/ O DIA DOS PAIS, POR FAVOR. MEU E-MAIL.
marlenesvila@hotmail.com

coisa de criança disse...

legal marlene